20/10/2021 às 14h18min - Atualizada em 20/10/2021 às 15h24min

Diferenças entre design responsivo e design mobile

SALA DA NOTÍCIA Victor
 

A tecnologia e a internet estão ganhando cada vez mais espaço na vida das pessoas e, através delas, os celulares e tablets conseguiram ter sua importância dentro do mercado, obtendo inclusive um design mobile focado para esse público.

 

Seguindo essa linha de raciocínio, o texto de hoje abordará as diferenças entre o design responsivo e o design mobile, mostrando qual o impacto que ambos podem causar em uma empresa e destacando suas principais funcionalidades.

 

O meio digital trouxe diversas possibilidades para todos aqueles que conseguem, de alguma maneira, se conectar à internet. Enquanto antigamente a comunicação entre duas pessoas era difícil, hoje em dia, elas podem estar cada uma em um lugar do mundo que ainda será possível.

 

Mesmo empresas se beneficiam desses avanços, aplicando seu sistema de compartilhamento de imagem click share de forma sagaz e inteligente, fazendo com que diversos clientes e funcionários consigam comprar e desempenhar melhor seu trabalho.

 

Antigamente, víamos os computadores como o futuro, e de certa forma eles realmente são. Mas atualmente, eles foram convertidos também em versões menos potentes, mas eficazes, que carregamos em nossos bolsos e mochilas, os dispositivos móveis.

 

Quem imaginaria que, em algum dia, seria possível realizar aulas de curso de design gráfico ead através de um dispositivo de aproximadamente 15 cm que cabe em seu bolso e que pode ser acessado de qualquer lugar?

 

Embora hoje seja comum, antigamente iria parecer loucura. Mas adaptando todo o contexto do dia de hoje, é importante entender que os sites e plataformas não tem como saber de onde o cliente acessará o seu domínio, fazendo com que seja necessário a criação de um site diferente.

 

Site esse que, independentemente se for acessado através de computadores ou celulares, não estrague a experiência do usuário, mesmo que seja uma busca muito específica como uma loja de epi para eletricista.

 

Portanto, pensando nessa realidade, dois tipos de design de sites vem à tona: o design responsivo e o design mobile. Mas o que eles são? Como diferenciá-los? Qual o investimento e condições necessárias para aplicação de ambos?

 

Para facilitar o seu compreendimento, as respostas dessas e de muitas outras perguntas podem ser conferidas nos próximos tópicos, onde o assunto será melhor abordado, desenvolvido e mostrado como aplicar sua funcionalidade até em empresa de informatica SP.

O que é um site responsivo?

Antes de mais nada, é importante saber que as diferenças entre ambos os designs está totalmente relacionada à experiência do usuário, buscando oferecer o que há de melhor no mercado e não prejudicá-lo por utilizar outro dispositivo que não seja um desktop.

 

O site responsivo é aquele onde a tela é adaptada independentemente por qual dispositivo o usuário esteja utilizando, ou seja, mesmo que o cliente acesse seu site por um celular, embora a tela seja menor, o conteúdo será adaptado para ajudar no compreendimento.

 

Em outras palavras, mesmo uma empresa de tintas e verniz pode se dedicar a criar um design responsivo para seu sites, páginas e aplicativos, fazendo com que o usuário não seja prejudicado no momento da compra ou simplesmente navegação.

 

Para se alcançar tal objetivo é necessário um profissional da área que consiga trabalhar com a programação ideal e fazer com que seu design atenda esse tipo de categoria, investimento e elementos como:

 
  • Conhecimento sobre linguagem de programação;
  • Entender o objetivo dos donos do site;
  • Organização das informações;
  • Fluidez de informações da página.
 

Com isso, é possível concluir que loja de equipamentos odontologicos, empresas, marcas pessoais e até mesmo autônomos precisam pensar em maneiras de atender a sua clientela a partir desse tipo de design.

O que é um design mobile?

Já o design mobile ainda possui o mesmo objetivo que o design responsivo, oferecer uma boas experiência para o usuário, embora faça isso de maneiras diferentes. Esse tipo de design é criado com intuito de ser diferente para as pessoas que acessam o site através de um dispositivo móvel.

 

Em outras palavras, ao invés de acontecer uma adaptação do site da sua empresa de soluções em TI, é criada uma página única que ofereça uma experiência diferente para as pessoas que acessam o site pelo celular, tablet ou notebook, criando algo totalmente do zero.

 

Diferentemente do exemplo dado com o design anterior, o design mobile normalmente é utilizado para o desenvolvimento de aplicativos, já que as pessoas podem se confundir na navegação caso já estejam habituadas com o padrão do site.

 

Mas o que realmente importa nesse tipo de design é que, embora seja mais caro e mais difícil de ser desenvolvido, traz uma experiência única para o usuário e foge do convencional.

 

Isso permite que a sua empresa ou negócio consiga oferecer uma experiência diferente de outros negócios, mostrando o porquê a sua organização pode, por exemplo, ser a ideal quando o assunto é software gestão de ativos de TI.

As principais diferenças entre eles

Agora que já ficou claro o que é cada um dos designs apresentados nesse texto, o responsivo e o mobile, é importante saber as principais diferenças que cada um apresenta. Dessa forma, fica mais simples escolher qual aplicar em seu negócio.

01 - Preço

Os valores de desenvolvimento de ambos os designs podem ser bastante diferentes e, dependendo do objetivo e o que se busca com o seu site, página ou aplicativo, essa diferença pode ficar ainda maior e mais evidente.

 

O design responsivo é mais barato e utilizado pela maioria das empresas. Por ser um modelo onde o conteúdo se adapta a partir da tela onde o usuário está, é bem mais simples dos profissionais do meio ajustarem e configurarem para que o seu lead ou cliente consiga acessar o domínio de maneira simples e direta.

 

Já o design mobile deve ser melhor pensado e explorado, além de ser uma alternativa bem mais cara, tanto pelo investimento de tempo quanto pelo esforço e competência dos profissionais envolvidos, sem mencionar a tecnologia que ele pode envolver.

 

Normalmente, empresas, lojas e marcas iniciantes utilizam do design responsivo para se manter no mercado e continuar tendo a atenção dos seus leads e clientes, já que o mobile muitas vezes é aplicada para um projeto em si.

02 - Experiência do usuário

Neste ponto, fica mais a critério da empresa ou marca e o que ela quer que o usuário sinta ou passe quando for utilizar o aplicativo ou acessar o site. Quando o único objetivo é oferecer uma experiência normal, apenas possibilitando o acesso ao domínio, o design responsivo é o ideal.

 

Mas se o objetivo da marca é criar algo novo, que faça com que o usuário se sinta único, que possui interações diferentes, sons diferentes e possibilidades novas e mais simples, fácil e elaboradas, o design mobile é mais efetivo.

 

Através dele é possível criar lembretes, mostrar possibilidades de parcelamentos, descontos, novas formas de pagar algo ou comprar. As possibilidades são muitas e dependerá da sua empresa, qual a necessidade dela e qual estratégia para atingir o objetivo.

03 - Navegação

Se tem coisas que podem impactar muito a sua decisão de qual tipo de design adotar para sua marca, empresa ou site, estão a fluidez e organização das informações, o que é essencial para que o usuário tenha uma boa experiência durante o uso.

 

Normalmente, por conter muitas informações e pessoas utilizando o domínio do site, no design é responsivo é mais comum que ocorram travamentos quando acontecem altas demandas de usuários, precisando de um investimento nessa categoria.

 

Pelo fato do design mobile ser uma espécie de aplicativo, é comum que as informações sejam mais fluidas e diretas, afinal, é somente uma pessoa utilizando-as, porém, ainda é necessário estar conectado à internet para o funcionamento.

 

Entretanto, para que as informações sejam precisas, normalmente esse tipo de design contém menos informações, focando mais em usabilidade e interação com a plataforma. Portanto, pense bem antes de bater o martelo e tomar uma decisão.

Considerações finais

O texto de hoje abordou as diferenças entre design responsivo e o design mobile, mostrando o que é cada um desses estilos, as principais mudanças e o que cada empreendedor deve pensar antes de investir em um desses layouts.

 

É importante entender a situação atual da sua empresa e escolher aquele que melhor reflete a realidade dela no momento, fazendo com que, futuramente, seja possível mudar a estratégia e o modo como utiliza o site.

 

Agora que já entende melhor, basta se sentar e analisar qual desses trará mais vantagem para o seu negócio. Portanto, busque explorar ao máximo os pontos positivos de sua empresa.

 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.


 
Notícias Relacionadas »
© 2021 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
contato@saladanoticia.com.br
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp