14/10/2020 às 12h33min - Atualizada em 15/10/2020 às 00h00min

Saneamento Básico é tema da próxima live da Unipar

O desafio de universalizar redes de fornecimento de água e coleta e tratamento de esgoto estarão entre os assuntos da terceira e última edição do Diálogos Virtuais com o Conselho Comunitário Consultivo de Cubatão

SALA DA NOTÍCIA Amauri Vargas

São Paulo, 14 de outubro de 2020 – As metas para a construção de novas redes de fornecimento de água e coleta e tratamento de esgoto, além do direcionamento adequado aos resíduos sólidos, são os temas centrais que serão tratados na próxima edição dos Diálogos Virtuais com o Conselho Comunitário Consultivo (CCC) de Cubatão, promovido pela Unipar.

A iniciativa promovida pela empresa nesta quarta-feira (14) reunirá convidados em uma live dedicada a falar do novo marco do saneamento básico, os desafios e os benefícios esperados a partir da nova regulação e de que forma a indústria química pode contribuir para universalização de serviços considerados essenciais para a população. A participação é aberta ao público e os interessados podem participar acessando o canal oficial da Unipar no Youtube.

Os especialistas vão abordar alguns aspectos deste assunto, considerando os avanços previstos após a aprovação do novo marco. “Vamos traçar um cenário para a questão do saneamento básico, especialmente nas cidades do estado de São Paulo, como no litoral e interior, considerando os números nacionais e regionais”, afirma Rubens Filho, Coordenador de Comunicação no Instituto Trata Brasil e um dos convidados da live.

Segundo ele, os indicadores poderão demonstrar o reflexo disso na vida das pessoas. “A contribuição do Instituto Trata Brasil ocorre por meio de uma análise do saneamento básico sob o ponto de vista social. Isso significa discorrer como os serviços impactam a vida das pessoas, quais implicações econômicas e sociais, como a população pode cobrar por melhorias e o que isso pode trazer de benefício a todos no futuro”, completa Rubens Filho.

Halan Clemente, secretário de Meio Ambiente de Cubatão, outro convidado, indica que a live vai tratar até de aspectos mais amplos. “Além das redes de fornecimento de água e coleta de esgoto, o saneamento também contempla a infraestrutura e serviços necessários para a coleta e destinação adequada de resíduos sólidos. A drenagem de águas fluviais configura uma questão muito importante para todos na sociedade e também será abordada”, afirma o secretário.

O projeto Diálogos Virtuais faz parte dos trabalhos promovidos pelos CCCs nas plantas industriais da companhia em Cubatão, Santo André (SP) e Bahía Blanca (Argentina). A edição acerca do saneamento básico é a terceira e última edição do projeto em 2020 e vai contar ainda com a participação de Maria Helena Sá, arquiteta, urbanista e gestora ambiental, e Ricardo Barreto, engenheiro de Meio Ambiente da Unipar.

“Esse debate é muito importante para Unipar e o setor químico, porque poderemos contribuir com a ampliação da infraestrutura nacional, por meio do PVC para a construção de redes de água e esgoto, e fornecimento de cloro para tratamento de água, um insumo essencial para a vida humana. A expectativa é de que essas demandas adicionais originadas pelo marco do saneamento respondam, por exemplo, por 700 mil toneladas adicionais de cloro por ano, um volume 40% superior à produção anual em todo o Brasil, de 1,57 milhão de toneladas”, afirma Rogério Catarinacho, diretor industrial da Unipar em Cubatão.

SERVIÇO

live Diálogos Virtuais com o CCC da Unipar, no canal oficial da Unipar no YouTube

Live “Saneamento básico: reflexos na saúde e no meio ambiente”
Convidados: Halan Clemente, secretário de Meio Ambiente de Cubatão; Maria Helena Sá, arquiteta, urbanista e gestora ambiental; Rubens Filho, coordenador de Comunicação no Instituto Trata Brasil; e Ricardo Barreto, Engenheiro de Meio Ambiente da Unipar.
Quando: 14/10, às 18h30
 

Notícias Relacionadas »
© 2020 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
contato@saladanoticia.com.br