06/12/2021 às 12h20min - Atualizada em 07/12/2021 às 12h12min

Divino Fogão registra aumento de 21% no tíquete médio dos pedidos via delivery

Neste ano, o mês de abril foi o mais significativo no crescimento de vendas e faturamento da rede pelo canal de entrega

DFreire
SALA DA NOTÍCIA Caroline Souza
Divulgação/Divino Fogão
Em janeiro de 2020, o recém-lançado serviço de delivery estava presente em apenas alguns dos 194 restaurantes do Divino Fogão localizados nas praças de alimentação de shopping centers, em diferentes estados brasileiros. Com a chegada da pandemia e o isolamento social, o delivery tornou-se a principal atividade no segmento de alimentação. Hoje, a marca conta com mais de 112 unidades com o serviço em operação e mais 15 em fase de ativação. Em um levantamento realizado pela marca, no mês de setembro houve um aumento de 21,3% no tíquete médio das refeições compradas via delivery. Os pedidos estão na faixa de 43,12%. Fazendo um apanhado de janeiro a setembro deste ano, o mês com crescimento mais expressivo para a rede foi em abril. No período em questão, a marca registrou um aumento de 1.011% nos pedidos feitos via delivery e de 1.032% no faturamento dos restaurantes, apenas relacionado a este tipo de serviço.

“Com a reabertura do comércio e dos shopping centers, o consumidor se sentiu mais seguro para visitar lojas e restaurantes de forma presencial. Após o mês de maio, constatamos um balanço maior entre as vendas na loja física e no delivery, mas não temos dúvidas de que este serviço veio para ficar. Digo isso, pois uma parcela da população não estava acostumada a consumir por meio deste canal. Por meio das experiências positivas, gostaram por conta da segurança, facilidade e agilidade, fazendo com que este hábito seja mantido. Talvez não com a frequência de antes, mas com certeza será um serviço muito explorado. Para se ter ideia do que estou falando, no início do ano nosso tíquete médio chegou à faixa dos R$ 37,62. De maio até agora, esse número se mantém acima dos R$ 43, ou seja, temos um mercado promissor, principalmente no que diz respeita à alimentação fora do lar”, explica o fundador e presidente do Divino Fogão, Reinaldo Varela, que viu as entregas em domicílio impulsionarem o crescimento das unidades da rede durante a pandemia. Se compararmos março de 2020 com o mesmo período deste ano, houve um incremento de 770% no faturamento das lojas via delivery.

Para atender os clientes, o Divino Fogão selecionou os melhores pratos para serem vendidos por meio de uma parceria exclusiva com o iFood. Quem efetua o pedido recebe uma comida fresquinha, feita na hora, em embalagens seladas, desenvolvidas para manter a temperatura e a qualidade dos alimentos. “Com essas embalagens, o pedido é entregue sem que um complemento se misture com a carne, por exemplo. Tudo chega exatamente com a mesma qualidade, que é um diferencial do Divino Fogão. Acreditamos que a tendência é que as vendas continuem subindo, até termos 100% das unidades da rede operando por meio do delivery”, finaliza o diretor de Planejamento e Novos Negócios do Divino Fogão, Rodrigo Varela.
 
Notícias Relacionadas »
© 2022 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp