15/04/2021 às 14h46min - Atualizada em 16/04/2021 às 00h00min

Como planejar financeiramente a proteção do seu presente e do seu futuro

Thiago Sena, especialista em planejamento de proteção pessoal, financeira e patrimonial aponta quais são os caminhos que trazem melhores garantias de proteção financeira

SALA DA NOTÍCIA Luciana Tierno
Ao contrário do que muitos brasileiros pensam, a forma mais inteligente de proteger as finanças não é somente poupar o dinheiro, mas também investir em produtos de proteção pessoal. É o que explica Thiago Sena, especialista em planejamento de proteção pessoal, financeira e patrimonial, membro do MDRT (que congrega cerca de 1% dos melhores profissionais do mercado mundial em proteção por meio de seguros pessoais). “A melhor forma de proteger suas finanças é investir em produtos que garantam segurança no presente e no futuro”, recomenda o especialista
Thiago afirma que a forma mais assertiva de garantir segurança financeira para a vida toda está na soma de quatro produtos principais: seguro de vida + plano de saúde +previdência privada + investimento. “Seguro de vida e plano de saúde são proteções bases para um bom planejamento. Se a pessoa pensa em investir, mas não possui um bom plano de saúde e um bom seguro de vida, ela nem deve começar; deve primeiro aderir esses dois produtos para depois pensar em investir.  O seguro de vida protege seu patrimônio e suas finanças, trazendo liquidez no momento de emergência, garantindo que suas finanças, seu patrimônio, sua família e seu padrão de vida fiquem blindados, caso aconteça alguma eventualidade”, alerta.
Já o plano de saúde custeia as despesas médicas, emergenciais, e tudo mais que tem um custo muito elevado. “A melhor forma de blindar tudo o que se tem, o seu futuro, as suas reservas financeiras, é proteger o que tem no presente, por meio de um plano de saúde, um seguro de vida”, explica.
O especialista ressalta que os investimentos em seguro de vida e plano de saúde são proteções do presente. Para que essa proteção seja complementar no futuro, é importante que o indivíduo se programe para a previdência privada e investimentos.
“A previdência privada, além de proporcionar alguns benefícios semelhantes ao investimento, pode ser apresentada na declaração do imposto de renda, com opções de melhores restituições e tudo mais. Além disso, a previdência privada permite que o indivíduo opte por não somente resgatar o dinheiro, mas também tenha uma aposentadoria privada vitalícia ou temporária”, explica.
Thiago afirma que essas são duas formas para quem almeja uma tranquilidade financeira para o futuro. “Ambos se complementam. Você não deve ter um e deixar de ter o outro, porque se você se planeja só com investimento e previdência, planeja pensando só no futuro e acontece algo com você no presente, você perde tudo o que está investindo por custear algo que não protegeu hoje. E se só faz seguro e plano de saúde e não planeja o seu futuro, terá que continuar trabalhando para o resto da vida, dependendo da aposentadoria do governo”, alerta o especialista.

Serviço:
Instagram: @thiagosena.negocios
Site: www.thiagosenaconsultoria.com.br
 
Notícias Relacionadas »
© 2022 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp