05/05/2022 às 16h52min - Atualizada em 06/05/2022 às 14h24min

Rejuntamento acrílico: Veja os principais mitos e verdades sobre o uso do produto

Especialista da Sika revela fatos sobre o produto que fazem toda a diferença no revestimento e no acabamento do ambiente 

SALA DA NOTÍCIA tiago cazeri
A indústria química tem se dedicado cada vez mais ao desenvolvimento de artigos para a construção civil, e um dos itens que sofreu considerável evolução ao longo dos anos foi o rejunte, material utilizado para preencher as juntas de assentamento, tanto em pisos como em paredes.

De acordo com Jéssica Moura, Coordenadora de Desenvolvimento de Mercado Building Finishing, da Sika, atualmente, o rejunte acrílico é uma das boas opções disponíveis no mercado e o seu maior diferencial está na praticidade, já que o produto é super fácil de manusear, reduzindo a chance de erros e aumentando a produtividade na obra. “Não adianta se preocupar apenas com a estética e, na hora de escolher o material, comprar qualquer tipo sem dar a atenção que merece. Isso pode causar muitos problemas para sua obra”, explica.

Para ajudar com os questionamentos que podem surgir, o especialista aponta quais são os mitos e verdades a respeito do rejuntamento acrílico. Confira:

Difícil aplicação
Mito! Cada tipo de substância tem o seu modo de preparo, mas a forma de utilização é igual em todos eles. “O uso deve ser feito com o auxílio de uma espátula plástica ou desempenadeira de borracha. Em pedras naturais, o procedimento deve ser realizado com cuidado e somente nas juntas, para não espalhar a solução sobre a peça”, aconselha.

Pode ser usado em áreas externas
Verdade! Ele é uma ótima opção para ser colocado em locais que requerem grande resistência e durabilidade. É próprio para rejuntar revestimentos nobres e pode ser utilizado em áreas internas e externas. “O produto evita que a água e a sujeira penetrem na base das peças após o assentamento, além de exercer uma grande importância na decoração, pois traz harmonia entre os tons de cores das peças aplicadas no ambiente”, afirma.

Usado apenas para dar acabamento
Mito! Primeiro, é necessário entender a função do rejunte. Material consistente que deve ser aplicado depois que o piso ou revestimento for colocado para dar acabamento, vedar, proteger da umidade e evitar que as peças se soltem. A indicação do coordenador, é apostar em produtos capazes de bloquear futuros transtornos e que possam, ao mesmo tempo, deixar o ambiente mais bonito.

“O Rejuntamento Acrílico bicomponente Portokoll Premium, por exemplo, é um item de aditivação superior que confere alto desempenho, textura fina, acabamento ultraliso e resistência à formação de fungos. É prático e pode ser usado de forma rápida. Um produto superior, que não desbota, não trinca e não retrai”, recomenda.

Ótimo custo Beneficio
Verdade! Esse é o tipo mais moderno disponível atualmente no mercado e com o melhor custo benefício num longo prazo. “Quando feito corretamente, ele oferece maior durabilidade e melhor acabamento, compensando o valor mais elevado na hora da aquisição. Ao contrário do que muitos pensam, o rejunte acrílico não é difícil de ser aplicado, basta seguir os procedimentos de indicados na embalagem.

Sobre a Sika
A Sika é uma empresa especializada em produtos químicos, que ocupa uma posição de liderança no desenvolvimento e na produção de sistemas e produtos para fixação, vedação, amortecimento, reforço e proteção no setor de construção e na indústria automobilística. Possui filiais em 100 países e mais de 300 plantas no mundo. Com mais de 25.000 funcionários, gerou vendas anuais de CHF 7,88 bilhões em 2020.
Hoje a companhia também abrange as marcas BR Massa®, Ciplak®, LigamaxGold, PortoKoll®, Qualimassa, Quartzobrás e Quimicryl, oferecendo a solução completa para a obra.
 
Notícias Relacionadas »
© 2022 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp