11/05/2022 às 18h29min - Atualizada em 12/05/2022 às 12h45min

Casa de campo em Itu mistura paisagem rural com arte e design

Com 3 mil m², a propriedade projetada pelo arquiteto Alfredo Barbosa propõe uma conexão respeitosa com a paisagem pontuada por rochedos, com o design de interiores de Lucia Ravache que enaltece a extensa coleção de arte

SALA DA NOTÍCIA Da Redação
Foto: Maíra Acayaba
Repleta de matacões, conjunto de rochedos que se misturam à vegetação, a paisagem da zona rural de Itu, em direção ao município de Cabreúva, no interior de São Paulo, sempre fascinou o arquiteto Alfredo Barbosa. Há 15 anos, comprou ali um sítio para construir seu primeiro refúgio de campo. Preocupado com o desenvolvimento sustentável da região, que viria a se tornar uma Área de Proteção Ambiental (APA) em 2013, promoveu o restauro da mata nativa no entorno da propriedade, atitude que o aproximou de alguns vizinhos, incluindo um velho conhecido, dono de uma fazenda histórica nas redondezas. Foi assim que, durante um café da manhã entre as duas famílias, o empresário encomendou ao arquiteto sua nova residência de veraneio, com estilo contemporâneo, como a de Alfredo, e totalmente diferente da sede colonial que frequentava na época.

Em entrevista à Casa Vogue, que traz um editorial especial sobre o projeto, Alfredo fala a respeito da experiência de construir sua casa de campo no meio da mata nativa. “Escolhemos juntos erguer a casa no alto da colina, escondida entre as rochas, desfrutando de uma bela vista do horizonte”, descreve o profissional. “Ali, defini a ocupação em um retângulo de 19 x 82 m. Optamos pela estrutura metálica, com perfis bem esbeltos. Essa implantação central, propositalmente rigorosa, ortogonal e modular, equilibra os vazios em volta”, explica. Como a questão ambiental era um assunto recorrente com o cliente, o arquiteto buscou seguir à risca as práticas ecológicas propostas pela certificação Aqua-HQE, atestada pela Fundação Vanzolini. “Ao final, recebemos a máxima menção de obra arquitetônica sustentável”, conta.

Com 3 mil m², a propriedade distribui-se em três níveis, acompanhando a topografia do terreno. Ao redor de toda a estrutura, painéis de vidro mantêm o jardim sempre presente. O pavimento mais alto abriga um living “contemplativo”, como o autor costuma chamar a área social que reúne sala de estar, jantar e cozinha.

Como o empresário coleciona arte, valorizar seu acervo, recheado de nomes contemporâneos, era primordial. Entre as peças expostas, está a escultura Moon, de Not Vital. “Encontramos lugar para ela bem na entrada. É poética, merecia esse destaque”, discorre. Acomodaram-se também novas aquisições, como a obra pendente de Artur Lescher, sutilmente posicionada no estar. “A intenção foi manter a arte e o verde sempre ao alcance dos olhos.”

Detalhes da casa de campo, com design de interiores de Lucia Ravache, podem ser conferidos na íntegra na edição de maio de Casa Vogue, já disponível nas bancas de todo o país.

Sobre a Casa Vogue
Casa Vogue é a revista de maior prestígio do Brasil em decoração, design, arquitetura e lifestyle. Referência máxima em comportamento e tendências, todos os meses encanta e inspira os amantes do bom viver.

Informações para a imprensa
a4&holofote | +55 (11) 3897-4122
Suellen de Andrade [email protected] | +55 11 98906 4570
Luana Zanelato [email protected] | +55 11 98022 2443
Neila Carvalho [email protected] | +55 11 99916-5094


 
Notícias Relacionadas »
© 2022 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp