18/05/2021 às 11h44min - Atualizada em 18/05/2021 às 14h48min

Busca por talentos em tecnologia: escassez de perfil sênior, rotatividade e aumento de salários

A tecnologia é uma das poucas indústrias em que a oferta de emprego supera a demanda. Soma-se à dificuldade de encontrar talentos a rotatividade de perfis especializados e a necessidade de incluir benefícios para que a oferta supere a da concorrência

SALA DA NOTÍCIA Virtualmind

A escassez de talentos em TI na região preocupa todas as empresas. Particularmente no Brasil, a Associação para a Promoção da Excelência do Software Brasileiro (Softex) alertou que a indústria de tecnologia no Brasil vai criar mais de 1,3 milhão de empregos, com cerca de 48 mil vagas que, se não forem preenchidas, resultarão em prejuízos de US$ 28 bilhões para as empresas locais.
“No nosso caso particular, a situação é agravada porque as nossas necessidades são de perfis seniores e que têm um nível de inglês muito bom, já que trabalhamos para cobrir o mercado dos Estados Unidos”, comenta Javier Minsky, CEO da Virtualmind, empresa de tecnologia com presença global.
Outra barreira é a crescente competição entre empresas, que lutam para oferecer benefícios sedutores para seus candidatos. “Nossa proposta inclui trabalho 100% remoto e remuneração em dólares americanos, o que é muito competitivo no mercado, atividades recreativas, horários flexíveis, plano de treinamento, cursos em plataformas online, plano de certificação, aulas de inglês e reconhecimento por tempo de atividade na empresa”, diz Fernando Judzon, COO da Virtualmind. Apesar dos benefícios atraentes, encontrar o talento certo não é tão fácil. 
A competição entre as empresas para ser o melhor empregador continua. Existem muitas companhias que trabalham nos atrativos de sua marca de empregador com boas cartas de apresentação, como a inclusão nos rankings do Great Place to Work, uma certificação que a Virtualmind também possui. 
Boca a boca e redes sociais, como Twitter ou LinkedIn, também podem servir como publicidade para fazer com que os candidatos as escolham. Além disso, outra iniciativa interessante é um Plano de Referências, que visa reconhecer os membros do Virtualmind que indicam um potencial candidato que, depois de passar pela etapa seletiva, acaba por ser contratado. 
Outra ameaça ao preenchimento de vagas é a alta rotatividade. Em países da região essa taxa pode chegar a 30%. Isso somente pode ser atenuado por ofertas atraentes ao lado de projetos desafiadores e tecnologias de ponta, mas acima de tudo, com atenção constante ao bem-estar das pessoas por meio de pesquisas de clima e políticas consistentes para melhorar o dia a dia dos colaboradores. “Procuramos com nossos clientes criar a melhor equipe, de forma a cumprir todos os objetivos”, enfatiza Minsky. 
No caso da Virtualmind, a empresa contratou 18 profissionais no Brasil no último ano e atualmente tem 20 vagas disponíveis. Com as posições preenchidas, a companhia terá dobrado sua equipe no país em menos de 2 anos. Além disso, possui um grande número de colaboradores com mais de 5 anos de atividades na empresa, o que é raro no setor e evidencia o compromisso da Virtualmind com as pessoas e seu desenvolvimento.

 

Notícias Relacionadas »
© 2021 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
contato@saladanoticia.com.br
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp