01/04/2024 às 10h37min - Atualizada em 01/04/2024 às 19h45min

Rango Brasilis: ONG lança projeto que enaltece a diversidade da alimentação vegetal brasileira

Valle da Mídia
Paçoca de Pinhão, receita representante da região Sul
A Alianima, uma organização não governamental de proteção animal sem fins lucrativos, lançou recentemente o projeto Rango Brasilis, que promove uma abordagem inovadora e sustentável da culinária brasileira, reunindo cinco renomados chefs de todas as macrorregiões do Brasil para apresentar uma variedade de receitas salgadas e doces, todas elaboradas com foco em ingredientes vegetais nacionais. O projeto será lançado em formato de e-book e também audiovisual, através de vídeo-receitas elaboradas pelos chefs participantes.

Sabe-se que comer vai além de uma simples necessidade; é um ato cultural, político e revolucionário que impacta não apenas a saúde coletiva, mas também a de animais e ecossistemas. O propósito dessa iniciativa é enaltecer a riqueza da gastronomia brasileira por meio da releitura de pratos tradicionais, com foco em criações sustentáveis à base de vegetais. Os pilares fundamentais do projeto incluem o protagonismo vegetal, ingredientes acessíveis e locais, o uso integral dos alimentos e de Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC), e receitas fáceis de serem elaboradas.

 

“O Rango Brasilis não se limita a apresentar novas formas de preparar pratos tradicionais: ele nos convida a refletir sobre a interligação entre a nossa alimentação, a saúde do planeta e a riqueza da nossa diversidade cultural”, adverte Leticia Lima, co-idealizadora do projeto e membro da Alianima. “Ao considerarmos uma alimentação baseada em vegetais, além da escolha de um caminho potencialmente mais saudável, estamos também optando por respeitar os animais, contestando a exploração e o sofrimento desses seres, inerentes à produção de alimentos pela pecuária”, ressalta Sylvia Rodrigues, diretora de projetos da Alianima. 


Receitas representativas da região Centro-Oeste

Cada chef participante do projeto Rango Brasilis traz consigo uma expertise única e uma paixão pela culinária brasileira. Confira os participantes:

Ana Paula Boquadi (@anaboquadi), representando a Região Centro-Oeste, é chef de cozinha especializada no uso dos frutos do Cerrado, além de proprietária e sócia do Chichá Café e Bistrô em Brasília, onde oferece um buffet com alimentos orgânicos e menus sazonais que valorizam os ingredientes locais. Atualmente, também desenvolve pesquisas e oficinas gastronômicas para comunidades agroextrativistas do Cerrado.

Bianca Oliveira (@chefbiancaoliveira), representante do Nordeste, é afrochef e embaixadora do Fundo Agbara, além de ser proprietária do Casa do Dendê em Aracaju. Seu trabalho se concentra na valorização da culinária ancestral, especialmente aquela com origens nos terreiros.

Ruth Almeida (@chefrut), representando a Região Norte, é proprietária do Raízes Gastronômicas, sendo reconhecida por sua pesquisa da culinária indígena e quilombola. Sua participação em iniciativas como o Cozinheiros em Ação (Canal GNT, 2016) e o Fórum Turístico Brasil demonstram seu compromisso com a promoção de uma culinária sustentável e com memória afetiva.

Max Jaques (@maxjaques), chef representante do Sudeste, é pesquisador no Instituto Brasil a Gosto, onde se dedica a investigações para a salvaguarda e divulgação do patrimônio agroalimentar brasileiro. Sua abordagem destaca a cozinha brasileira como um eficiente mecanismo de desenvolvimento econômico-social.

Rodrigo Bellora (@rodrigobellora), chef da Região Sul, é também agricultor, consultor e pesquisador natural de Bento Gonçalves. Seu conceito de Cozinha de Natureza busca recriar e repensar a gastronomia, com um compromisso claro com o alimento bom, limpo e justo.

A Alianima convida todos a se juntarem a essa jornada de descoberta e apreciação da culinária brasileira e toda sua diversidade vegetal.

Para acessar o material: www.rangobrasilis.com.br
Saiba mais sobre a Alianima em: www.alianima.org

Crédito: Fotos Alianima - Projeto Rango Brasilis

 

Notícias Relacionadas »
© 2024 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp