11/04/2024 às 19h52min - Atualizada em 12/04/2024 às 00h00min

13ª Mostra Cinema e Direitos Humanos ganha telas nas ruas e na internet

Pontos de exibição para 18 filmes nacionais incluem cineclubes, escolas e espaços culturais

https://mostracinemaedireitoshumanos.mdh.gov.br/
DC
Divulgação

A Mostra Difusão é uma das atrações da 13ª Mostra Cinema e Direitos Humanos, levando a programação gratuita do evento a mais pessoas. Até 24 de abril, pontos de exibição apresentam no país os 18 filmes que fazem parte da curadoria da 13ª Mostra. Na cidade de São Paulo acontecem sessões no Cine na Praça, no Instituto Criar de TV e Cinema, na Oficina Cambará, no Teatro Oscar Felipe e no Pipocali, do Ali: Arte Livre Itinerante.  Os filmes também estão disponíveis online na plataforma de streaming InnSaei.tv.

Outros 14 municípios de São Paulo terão pontos exibidores da Mostra, com o Cineclube 1011 e CinePagu da Unicamp (Campinas), Cineclube FAAC e CinExtinção (Bauru), Centro Cultural Graciliano Ramos (Buritama), Cine Garagem (Bragança Paulista), CineClube Itinerante Cidadãos Artistas (Santo André), Cinema Popular (Ubatuba), CineUFSCar (São Carlos), Escambau Cultura (São Sebastião), Escola Estadual Massanori Karazawa (São Miguel Arcanjo), Espaço Cultural Independente Fanzineteca Fabiana Menassi (Ilha Comprida), Espaço Cultural Opereta - Cineclube de Histórias (Poá), Na Subida do Morro é Diferente (Ilha Bela), Pracinhas da Cultura - CEU Geada (Limeira), Satta House (Peruíbe) e Secretaria Municipal de Educação (Santa Bárbara d'Oeste). 

Com o tema "Vencer o ódio, semear horizontes", a 13ª Mostra é realizada pelo Ministério da Cultura (Minc) e o Ministério dos Direitos Humanos e da Cidadania (MDHC), com produção do Departamento de Cinema e Vídeo da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). Os pontos exibidores foram selecionados através de edital do MinC. A Mostra Difusão é uma extensão do evento, que começou na Sala Oscarito da Cinemateca Brasileira, em São Paulo, de 13 a 16 de março.

Tendo representantes das cinco regiões do país, os filmes abordam os direitos de negros, mulheres, idosos, crianças, pessoas com deficiência, povos indígenas e comunidade LGBTQIAPN+, dentro das pautas da 13ª Mostra, que é dividida em quatro programas. O programa “Raízes” exibe “Travessia” (2017, 5 min, livre), de Safira Moreira, “Filha Natural” (2018-19, 16 min, livre), de Aline Motta, “Nossa mãe era atriz”  (2022, 26 min, 12 anos), de Renato Novais e André Novais Oliveira, “Mãri Hi – A Árvore do Sonho” (2023, 18 min, livre), de Morzaniel Ɨramari, “O que pode um corpo?” (2020, 14 min, livre), de Victor Di Marco e Márcio Picoli, e “A poeira dos pequenos segredos”  (2012, 20 min, 14 anos), de Bertrand Lira.

Dedicado ao público infanto-juvenil, o programa “Frutos” apresenta “Um Filme de Verão”  (2019, 95 min, 14 anos), de Jô Serfaty, “Tesouro Quilombola” (2021, 23 min, livre), realizado por crianças da Escola Municipal José Albino Pimentel (Paraíba), “Mutirão, O Filme” (2022, 10 min, livre), de Lincoln Péricles, “Cósmica”  (2022, 7 min, livre), de Ana Bárbara Ramos, e “O Pato” (2022, 11 min, 14 anos), de Antonio Galdino.

O programa “Sementes” traz “Ribeirinhos do Asfalto” (2011, 26 min, livre), de Jorane Castro, “Adão, Eva e o Fruto Proibido” (2021, 20 min, 14 anos), de R. B. Lima, “Nossos espíritos seguem chegando” (2021, 15 min, livre), de Kuaray Poty (Ariel Ortega) e Bruno Huyer, “Me farei ouvir” (2022, 30 min, 10 anos), de Bianca Novais e Flora Egécia, e “Escrevivência e Resistência: Maria Firmina dos Reis e Conceição Evaristo” (2021, 26 min, livre), de Renato Barbieri e Juliana Borges.

A sessão “Homenagem” tem dois filmes de Silvio Tendler, o cineasta homenageado nesta edição: “Nas Asas da Pan Am” (2020, 115 min, livre) e “A Bolsa ou a Vida” (2021, 102 min, 10 anos). A programação completa do evento está nas redes sociais e no site mostracinemaedireitoshumanos.mdh.gov.br.


Notícias Relacionadas »
© 2024 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp