15/05/2024 às 13h08min - Atualizada em 17/05/2024 às 01h58min

Iniciativa Privada e Sociedade Civil investem 1 milhão de reais em Programa de Urbanidade para Jurerê Internacional

Ação eleva a prevenção e a segurança no bairro mais badalado de Floripa

www.instagram.com/avantejurereinternacional
MIRIAN MORFIM DA SILVA
Divulgação Urbanii
Moradores e visitantes de Jurerê Internacional estão prestes a receber uma nova camada de segurança para ampliar a tranquilidade e o bem-estar das vidas cotidianas. Isso porque, a sociedade civil organizada e a iniciativa privada se uniram para implementar o programa de urbanidade para o bairro, que visa proteger ainda mais quem vive, empreende e visita à região. 

A iniciativa, que representa um investimento significativo de aproximadamente 1 milhão de reais, prevê a construção da central de monitoramento e a instalação de 100 câmeras de alta resolução, com sistemas avançados de análise de vídeo que são capazes de aprender com o ambiente e gerar alerta automaticamente. Desde movimentos suspeitos na madrugada até a identificação de placas veiculares, esses equipamentos permitem uma vigilância eficiente, minimizando a necessidade de intervenção humana constante.

Para o vice-presidente da Avante Jurerê Internacional, Rodrigo Marques, este é um marco para o bairro e região. "Estamos unindo esforços para oferecer ferramentas modernas e eficazes ao poder público, complementando suas ações e fortalecendo a segurança na comunidade", destaca Marques.

Além de Jurerê Internacional implementar o programa de urbanidade, é crucial que os bairros vizinhos, como Daniela, Canasvieiras, Ponta das Canas e outros do Norte da Ilha, apresentem um plano de prevenção que aumente a proteção dos moradores e frequentadores, uma vez que os desafios relacionados a furtos, assaltos e tráfico de drogas, muitas vezes, ultrapassam os limites geográficos de um único bairro.

Conforme o CEO da Urbanii, Rubem Henrique, está sendo implementado um plano preventivo abrangente praa todo Norte da Ilha, alinhado com as diretrizes das autoridades competentes para fornecer suporte adicional às forças policiais. "É uma união de esforços em prol da segurança pública", ressalta Henrique.

É importante destacar que toda a operação de monitoramento ficará sob a gestão da Secretaria de Segurança Pública de Santa Catarina, garantindo o comprimento das regulamentações, como a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), e a transparência na utilização das imagens captadas e, que, todas as etapas do projeto seguem as diretrizes estabelecidas pela portaria 879/GABS/SSP do gabinete da segurança pública, garantindo a segurança jurídica necessária.

De acordo com o delegado da Polícia Civil, Pedro Henrique de Paula e Silva Mendes, é essencial que a iniciativa privada compartihe as expertises com o poder público, visando a melhora da segurança dos cidadãos.

A Zanardo Soluções Inteligentes, em conjunto com a Urbanii, será responsável pela instalação e manutenção do sistema, além de buscar recursos para ampliar a rede de monitoramento. O envolvimento de empresas locais e de diversos setores da economia, como turismo e indústria, demonstram o compromisso conjunto com a segurança da comunidade.

Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
MIRIAN MORFIM DA SILVA
[email protected]


Notícias Relacionadas »
© 2024 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp