05/06/2024 às 13h30min - Atualizada em 05/06/2024 às 17h18min

Arquiteto Marcelo Lopes comemora 15 Anos na CASACOR 2024 com projeto inspirado no mito da Caverna de Platão

CONCEITO NOTICIAS
Marcelo Elias
Na CASACOR 2024, o arquiteto Marcelo Lopes comemora 15 anos de participação, apresentando um projeto inovador e reflexivo que se diferencia das edições anteriores. Este ano, ao contrário das suas tradicionais criações em espaços amplos, Marcelo abraça a tendência atual do mercado imobiliário ao trabalhar em ambientes menores, demonstrando que mesmo em 12m² é possível criar um espaço funcional e esteticamente impressionante.
"Hoje o mercado imobiliário e os novos empreendimentos oferecem ambientes menores, mais aconchegantes. Nossa realidade é criar em espaços pequenos. Em edições passadas, espaço não nos faltava! A edição desse ano me encanta por trazer a realidade para dentro da mostra. Espaços compactos que desafiam a criatividade de cada expositor, em fazer o nosso melhor", comenta Marcelo.
Usando a CASACOR como um cartão de visita pessoal, Marcelo sempre aproveitou a liberdade criativa da mostra para experimentar cores, texturas e mobiliários que muitas vezes os clientes consideram ousados. "Sempre atendemos ao gosto do cliente, com projeto único mas dentro da expectativa dele. Na CASACOR posso mostrar o ambiente que eu quero. Uso cores, que por vezes acreditam que não fica interessante para uma casa, inovo em materiais, para mostrar que na arquitetura de interiores tudo é possível."
Este ano, Marcelo apresenta o "Quarto de Hóspedes", um projeto que vai além do design físico para explorar questões filosóficas e sensoriais. Inspirado no Mito da Caverna de Platão, o ambiente é uma provocação sobre como concebemos os espaços e uma reflexão sobre a transitoriedade humana. “O Quarto de Hóspedes convida à reflexão e à busca por conhecimento, desafiando convenções e estimulando uma reconsideração na maneira como concebemos os espaços atualmente", explica o arquiteto.
Marcelo utiliza o Mito da Caverna para justificar a escolha de design e filosofia do espaço. "No Mito da Caverna, de Platão, o personagem Sócrates discorre para Glauco sobre uma alegoria onde pessoas aprisionadas a uma caverna não conhecem realidade alguma além das sombras que se projetam nas paredes. Um certo dia, uma delas consegue fugir, se guiando pela luz que vem de fora, passando a conhecer todo o mundo que existe a sua volta para além das sombras. Quando este mesmo prisioneiro volta para libertar os outros, estes se recusam a sair por não acreditarem que pode existir outra realidade além daquela conhecida", narra Marcelo.
Para o arquiteto, as sombras representam o senso comum e os padrões repetitivos, enquanto a luz simboliza o verdadeiro conhecimento. "A ideia do Quarto de Hóspedes, através da ausência de cores e do contraste com os pontos de luz, traz um convite à reflexão para que pensemos de modo mais crítico e consciente com relação à forma de projetar o nosso futuro”, salienta.
Em um espaço projetado para colocar o usuário como o verdadeiro destaque, Marcelo desafia a forma tradicional de se pensar a arquitetura de interiores, propondo um futuro mais consciente e menos excessivo. Esta edição da CASACOR promete não apenas encantar os visitantes, mas também inspirá-los a refletir sobre suas próprias percepções de realidade e espaço.
 

Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
CELMIRA ANDREA MILLEO COSTA
[email protected]


Notícias Relacionadas »
© 2024 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp