11/06/2024 às 10h36min - Atualizada em 11/06/2024 às 17h54min

Nota MP 1.227 

Conteúdo Comunicação
Divulgação: ANIP

 

Tela preta com letras brancas

Descrição gerada automaticamente       

 

NOTA MP 1.227 

A ANIP (Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos) vê com preocupação a Medida Provisória nº 1.277/2024, publicada pelo Ministério da Fazenda em 4 de junho de 2024, que prevê a limitação da compensação de PIS e Cofins e o não ressarcimento de créditos presumidos desses impostos, onerando ainda mais a indústria brasileira.  

A ANIP, alinhada com a indústria, considera que os dispositivos previstos na MP vão no sentido contrário da política governamental de buscar um ambiente de negócios mais competitivo por meio da geração de emprego, renda e atração de investimentos. 

       

Sobre a ANIP    

Fundada em 1960, a Associação Nacional da Indústria de Pneumáticos (ANIP) representa a indústria de pneus e câmaras de ar instalada no Brasil, que compreende 11 empresas e 22 fábricas instaladas no Brasil. O setor emprega diretamente mais de 30,2 mil pessoas, e se considerado toda a cadeia, cerca de 849,5 mil pessoas de forma indireta.    

    

A ANIP trabalha no Programa Nacional e Coleta e Destinação de Pneus Inservíveis desde 1999 e em 2007 as fabricantes nacionais de pneus criaram a Reciclanip, entidade voltada exclusivamente para a realização deste trabalho no país. A Reciclanip é uma referência mundial em logística reversa, sendo a maior da América Latina no setor de pneus, reunindo mais de 1.050 pontos de coleta distribuídos por todo o país.    

    

Mais informações para a imprensa    

    

Claudio Sá ([email protected]) – 11 99945-7005    

Ricardo Morato ([email protected] – 11 98799-5868    

Carol Freitas ([email protected]) – 11 99196-3890     

   

  

 


Notícia distribuída pela saladanoticia.com.br. A Plataforma e Veículo não são responsáveis pelo conteúdo publicado, estes são assumidos pelo Autor(a):
VINICIUS PEREIRA SANTOS
[email protected]


Notícias Relacionadas »
© 2024 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp