20/09/2021 às 19h15min - Atualizada em 20/09/2021 às 19h54min

Porcelanato: o revestimento queridinho para todos os ambientes da casa

Arquiteta Cristiane Schiavoni destaca os principais motivos para a utilização do porcelanato

SALA DA NOTÍCIA Dc33
Carlos Piratininga
Foi-se o tempo em que o uso de materiais para os projetos de arquitetura de interiores eram muito semelhantes, padronizados e limitados. Com o advento do porcelanato, revestimento conhecido por sua alta resistência, durabilidade, baixa absorção de água, tamanhos diferenciados, inovadores e o amplo leque de acabamentos – que emulam efeitos de pedras naturais, como a diversidade das tipologias de mármores e granitos, entre outras, além dos amadeirados –, os profissionais da área conseguem alcançar suas propostas decorativas com todos os benefícios do produto em um verdadeiro ‘parece, mas não é’.

Cada vez mais ‘queridinho’ por unir estética e funcionalidade em um só produto, a arquiteta Cristiane Schiavoni, à frente do escritório que leva seu nome, afirma que os atributos vão muito além. “O porcelanato é multifacetado, pois consegue atender o projeto da forma como desejamos. Ele se configura tanto como revestimento de área interna e externa para pisos e paredes, como também para bancadas de cozinhas, áreas gourmet e banheiros”, afirma.

Com a experiência de especificar o revestimento em inúmeras situações em seus projetos, a profissional relaciona as vantagens e compartilha as inspirações pautadas nos projetos realizados por seu escritório. Acompanhe:

Formatos e acabamentos


Sinônimo de alta qualidade, a arquiteta Cristiane Schiavoni conta que o material alcançou uma larga expansão no mercado, tanto pelo desempenho técnico da indústria, resultado da formulação que combina quartzo, argila e outros materiais, como pela capacidade de reproduzir acabamentos com um visual, até pouco tempo, inimaginável. “O aprimoramento foi exponencial. Os diferentes formatos, com placas maiores em altura e largura acima de 1m, e a espessura inferior às pedras naturais, são outros pontos impressionantes”, relata.

Para a arquiteta, o revestimento é também aclamado pela possibilidade de aplicá-lo em todo o ambiente, resultando em diferentes texturas e volumetrias. “Trabalhar com a mesma peça no conceito integrado nos propicia um visual clean e superelegante”, acrescenta Cristiane.

Para os moradores que apreciam o efeito ímpar dos veios que compõem um mármore, mas não pretendem investir na pedra natural, o porcelanato é capaz de representar a riqueza do material com extrema perfeição.

Praticidade e resistência

Funcionalidade na obra é outra característica do porcelanato, uma vez que seu processo é simplificado, não resultando em dispêndio de tempo para sua instalação. E no quesito praticidade e resistência no dia a dia, a profissional relaciona a baixa absorção de água, que se traduz em tranquilidade e segurança em curto, médio e longo prazo. “Ainda mais nesses tempos atuais, que nos demandam limpeza ainda mais frequente, o morador fica completamente confortável em saber que não terá problemas por ter substituído a pedra natural pelo porcelanato”, relata Cristiane. No que diz respeito à aparência, a chance de manchas no porcelanato é mínima, ao contrário do mármore propriamente dito, por exemplo.
Em bancadas de cozinha, a arquiteta relata que o porcelanato é uma excelente escolha para receber materiais quentes e pesados. “O morador pode ficar despreocupado”, afirma Cristiane. No décor industrial, o porcelanato com aparência de efeito queimado substitui, de forma fidedigna, o processo de execução tradicional, que com o tempo pode sofrer com manchas e trincas.

                                            
Na bancada do banheiro, ao invés do mármore, o porcelanato branco compôs, com perfeição, a proposta de um banheiro clean e elegante parra o casal de moradores | Foto: Carlos Piratininga

Custo-benefício

Quem deseja um ambiente moderno e realizado com diferentes formatos, acabamentos e cores, mas sem apostar em pedras naturais que, por muitas vezes, possuem um custo mais alto, o porcelanato se configura como uma escolha viável aliada à qualidade e economia. Junto a essa prerrogativa, a arquiteta explica que, como em todo projeto, o planejamento e compra de materiais efetuada com antecedência é uma medida fundamental no controle do orçamento
 
Processo industrial do porcelanato

Ao dominar as técnicas de produção, a indústria investiu fortemente na tecnologia de impressão que reproduz perfeitamente a estética dos materiais naturais – sejam os veios dos mármores ou as imperfeições da madeira, por exemplo. A Roca Brasil Cerámica, detentora das marcas Roca Cerámica e Incepa, investe em um portfólio amplo de porcelanatos que atendem as mais diversas propostas de decoração. Com relação aos formatos, o pioneirismo do SuperFormato, com peças de 1 x 1,20 m e 1,20 x 2,50 m (largura x altura), agrega aplicações sem emendas em pisos, paredes e bancadas.

Na questão de higiene, um adicional relevante: a tecnologia BioSafe, um aditivo que elimina 99% dos vírus e bactérias que entram em contato com a superfície – garantia de uma casa mais limpa e segura.
Notícias Relacionadas »
© 2021 Sala da Notícia - Todos os direitos reservados.
contato@saladanoticia.com.br
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp